Menu fechado

Vamos Falar Sobre Depressão?

Atualmente, existem três grandes males que afetam a sociedade da pior maneira possível. A ansiedade, a angústia e o assunto do post de hoje: depressão.

Essa é uma doença extremamente séria que muitas vezes pode ser julgada como drama ou até mesmo “frescura”.

Depressão é uma doença que pode levar as pessoas a cometerem atos sem volta.

É uma doença que pode afetar não apenas a rotina do doente como também dos familiares e amigos.

Caso você não conheça a doença, ou até mesmo gostaria de entender melhor sobre o assunto, continue por aqui que vamos te explicar pouco mais sobre o assunto.

O que é a Depressão?

Depressão é uma doença psiquiátrica crônica que causa uma alteração do humor caracterizada por uma tristeza profunda e contínua.

Uma de suas características é a perda ou diminuição de interesse e prazer pela vida.

Ela é associada a sentimentos de dor, amargura, desesperança, baixa autoestima e culpa e pode causar distúrbios do sono e do apetite.

Muita gente confunde a tristeza transitória provocada por acontecimentos difíceis pela patológica.

A morte de algum ente querido, problemas amorosos, brigas familiares e uma perda de emprego, podem deixar uma pessoa triste, sim, mas não quer dizer que ela esteja de fato deprimida.

Depois do período de sofrimento, as pessoas que não possuem a doença conseguem superar essas decepções e seguem com a sua vida normalmente.

Nesse sentido, podemos dizer que essa é uma tristeza transitória, isto é, uma tristeza passageira.

A tristeza patológica não passa, mesmo que não exista um motivo para se ficar triste.

A pessoa que tem depressão passa dias e mais dias sem sentir vontade de fazer nada, além da mesma não possuir nenhuma perspectiva de solução.

Vale lembrar que existem pessoas que tentam mascarar essa depressão. Elas aparentam estar sempre contentes, de maneira idêntica a uma pessoa que não possui a doença. Porém, a verdade é que essas pessoas estão travando uma enorme batalha interna.

Sintomas e sinais de depressão

Para te ajudar a entender melhor sobre a depressão listamos alguns sinais e sintomas que a doença apresenta, porém, não se esqueça que apenas os médicos e psicólogos é que podem diagnosticar a doença devidamente.

  • Pensamentos pessimistas;
  • Pensamentos frequentes sobre a morte ou suicídio;
  • Irritabilidade;
  • Angústia;
  • Ansiedade exacerbada;
  • Cansaço extremo;
  • Fraqueza;
  • Baixa autoestima;
  • Insônia;
  • Falta de interesse por qualquer atividade;
  • Comportamentos compulsivos;
  • Dificuldade para se concentrar;
  • Problemas ou disfunções sexuais;
  • Sensação de impotência ou incapacidade para os afazeres do dia a dia;

Causas

Existem diversos fatores que podem deixar uma pessoa deprimida.

Para facilitar, vamos separar em alguns tópicos:

Acontecimentos marcantes da vida e traumas emocionais

Nessa lista estão coisas como:

  • Divórcio;
  • Desemprego;
  • Fim de um relacionamento;
  • Discussões frequentes no trabalho ou em casa;

Acidentes em geral também podem gerar um trauma e levar uma pessoa a depressão.

Presenciar qualquer evento traumático pode levar a esse distúrbio.

Uma pessoa que é vítima de bullying ou sofre qualquer tipo de chantagem emocional, por exemplo, pode acabar desenvolvendo depressão.

Depois de se escutar insultos frequentes, a pessoa passa a acreditar que eles são reais. O tempo cristaliza isso de uma maneira cruel e a autoestima que a pessoa tem vai a zero.

Alterações hormonais

A diminuição de estrogênio que ocorre durante o período de gestação, no pós-parto e também na menopausa pode desencadear a depressão.

A falta de Ômega 3 também é um fator que potencializa a depressão já que isso diminui a capacidade de controlar as emoções do paciente ou o seu humor.

Existem muitos laboratórios capazes de ajudar nessa etapa e, realizando os exames adequados, já é possível iniciar um diagnóstico. O laboratório Biovida trabalha com uma equipe qualificada e atendimento personalizado para te auxiliar em todos os momentos.

Clique aqui e conheça mais sobre o nosso laboratório. Realizamos todas as nossas análises clínicas com rapidez e segurança.

Doenças graves

A descoberta de doenças graves como por exemplo: HIV, câncer ou demência pode causar a depressão.

Dependendo da doença, o paciente deverá lidar com o preconceito, tratamentos dolorosos ou conviver com o medo da morte.

Caso o paciente tenha uma doença crônica como Diabetes por exemplo, ele pode desenvolver a doença pois terá que mudar a sua alimentação, privando-se dos alimentos que lhe são prejudiciais.

Quer saber mais sobre diabetes? Clique aqui e saiba o que fazer caso você tenha esse diagnóstico.

Remédios

Medicamentos como: Prolopa, Xanax, Zocor e Zovirax podem causar depressão, pois os mesmos podem diminuir a produção da serotonina, o hormônio responsável pela sensação de bem-estar.

Como definir o Diagnóstico?

Atualmente existem alguns testes e questionários que auxiliam no diagnóstico.

Todavia, com apenas uma avaliação apurada do médico que irá analisar histórico do paciente e da sua família, além de alguns exames, se pode ter certeza que o problema é de fato a depressão.

A depressão é classificada de acordo com a sua intensidade: leve, moderada ou grave.

Cada paciente é avaliado individualmente e recebe um tratamento específico.

É importante sempre fazer os exames e o acompanhamento médico em um local confiável. No Laboratório Biovida o controle de qualidade é um dos nosso principais valores, nós garantimos a excelência nos exames e a segurança dos resultados.

Somos aprovados pela Acreditação, um sistema de normas técnicas internacionais similar ao ISO, reconhecido e respeitado em todo o país.

Essas normas avaliam e comprovam que o Laboratório Biovida atende a todos os requisitos de qualidade, segurança e competência nos serviços que oferece aos seus pacientes.

Definir esse diagnóstico com precisão fará toda a diferença na fase de recuperação dessa doença.

Tratamentos

O indicado é primeiramente marcar uma consulta com um psicólogo assim que você perceber se possui alguns dos sintomas citados acima.

Contudo, observe também há quanto tempo que você apresenta esses sintomas.

O psicólogo irá avaliar o seu caso e começar uma psicoterapia com algumas estratégias que podem ser úteis para que você supere essa fase.

Caso o grau da depressão seja elevado o tratamento poderá ser feito em conjunto pelo psiquiatra e o psicólogo.

O psiquiatra por sua vez poderá receitar medicamentos antidepressivos que ajudam a regular a química cerebral.

O acompanhamento psicológico, que vai levantar as causas do problema e como ele poderá ser desmontado é, sem dúvida, fundamental em todos os casos.

Força, você consegue!

Depressão é um transtorno comum no mundo, uma vez que a estimativa é que mais de 300 milhões de pessoas sofram com ele.

A pessoa afetada passa por um grande sofrimento que pode causar uma disfunção no trabalho, na escola ou até mesmo, no meio familiar.

Na pior dos casos, a depressão pode levar ao suicídio. Cerca de 800 mil pessoas morrem por suicídio a cada ano.

Se acaso você conheça alguém que apresenta algumas das características citadas, converse com essa pessoa e oriente a procurar ajuda.

Com depressão não se brinca. Caso esteja deprimido procure instituições que oferecem acompanhamento psicológico gratuito.

Uma outra opção é ligar para o CVV – Centro de Valorização da Vida, uma instituição sem fins lucrativos que trabalha com a prevenção ao suicídio.

Ligando para o número 188, os voluntários irão lhe todo o apoio emocional caso você precise conversar com alguém. Todas as ligações são sigilosas e o serviço é gratuito.

O primeiro passo é querer melhorar, por isso, tenha força! Você não está sozinho, certamente existem profissionais que podem te ajudar.

Confira Também

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *